Os Trapalhões: documentário promete mostrar polêmicas e bastidores

Filme de Rafael Spaca, Trapalhadas Sem Fim deve fugir de registro oficial e ganhar versões na TV e nos cinemas

Reprodução/O DiaReprodução/O Dia

atualizado 12/07/2019 15:50

Trapalhadas Sem Fim, documentário inédito sobre Os Trapalhões, promete mostrar bastidores e polêmicas do grupo de comédia mais amado do Brasil. Com direção de Rafael Spaca, o projeto deve ganhar formato de série de TV, com cinco episódios, e filme de duas horas de duração nos cinemas. Ainda não há data de estreia definida.

Em entrevista ao jornal O Dia, o idealizador detalhou a produção. A narrativa deve fugir de um registro chapa-branca e ir fundo em temas como a porcentagem dos lucros recebida por Didi (Renato Aragão), Dedé (Manfried Sant’Anna), Zacarias (Mauro Faccio Gonçalves) e Mussum (Antônio Carlos Bernardes Gomes), divergências artísticas e confusões antes mantidas em segredo.

Bastidores e tretas

Para tal, Spaca tem entrevistado dezenas de personalidades, como Tom Cavalcante, Regina Duarte, Caetano Veloso e Angélica. Também devem entrar depoimentos de pessoas próximas do grupo, como camareira, empresário e gerente de conta bancária. “A camareira revelará se Renato gosta ou não de ser chamado de Didi e a convivência deles no camarim. O gerente conta como Dedé e Mussum administravam mal o dinheiro, e o empresário fala se eles eram ou não amigos fora da TV”, adianta o diretor.

Ele ainda espera conseguir ouvir Aragão, que negou participação no filme por “questões jurídicas e contratuais”. Entre as polêmicas, Spaca cita a separação do grupo, em 1983. “A história é muito diferente da que o Renato contou em sua biografia.”