*
 

A Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro realiza nesta terça (3/4) o Concerto para Viola e Orquestra do compositor húngaro Béla Bartók. Como solista da peça, o violinista Zoltan Paulinyi vai se apresentar. A condução fica por conta do maestro titular da orquestra, Claudio Cohen.

Paulinyi é um músico americano, que participa da Orquestra Sinfônica de Brasília desde 2000, além de ser doutor em música pela Universidade de Évora, Portugal. Vencedor de prêmios no Brasil e na Europa, ele promete dar sua própria revisão do concerto de Bartók.

O compositor húngaro é considerado o maior de seu país, além de ser o principal representante da modernidade clássica. Sua obra tem influências impressionistas, mas o principal expoente das músicas que compôs são as canções folclóricas do sudeste da Europa. Na obra que será apresentada pela Orquestra Sinfônica de Brasília, tradições populares se misturam à musica erudita.

Concerto para Viola e Orquestra, de Béla Bartók
Terça (03/4), às 20h, no Cine Brasília (106/107 Sul). Entrada gratuita por ordem de chegada. Classificação indicativa livre