Nick Carter, dos Backstreet Boys, gera polêmica ao cobrar fãs por live

Para participar do encontro virtual, os admiradores desembolsaram o valor de US$ 150, aproximadamente R$ 805. Os ingressos já esgotaram

atualizado 15/07/2020 15:50

Nick Carter do Backstreet BoysInstagram/Reprodução

O cantor Nick Carter, de 40 anos, caçula da banda Backstreet Boys, causou polêmica nas redes sociais. Isso porque decidiu cobrar por encontros virtuais com os fãs. O chamado meet & greet, marcado para esta quinta (16/7) e sexta-feira (17/7), foi anunciado no perfil oficial do artista no Instagram, com ingressos no valor de US$ 150, aproximadamente R$ 805.

“Faz muito tempo! Farei duas live esta semana apenas para membros do meu fã-clube… como nos velhos tempos. Desta vez, também farei alguns meet & greet virtuais!”, escreveu Nick.

Após a publicação, não demorou para surgirem as primeiras críticas: “Bom, acho que esse é um jeito de arrancar grana dos outros no confinamento”, disse uma seguidora. “Está precisando de grana pra comprar leite, é?”, alfinetou outra, referindo-se a Odin e Saoirse, os dois filhos do cantor com a mulher, Lauren Kitt. “Nossa, apenas para fã-clubes? Isso magoa”, “cobrando live, Nick?” e “não tenho dinheiro para isso. Estou chorando” ainda estavam entre as mensagens.

Apesar dos comentários negativos, muita gente também elogiou a iniciativa. “Você vai me matar qualquer dia desses. Te amo”, escreveu uma jovem. “Eu ficaria muito feliz se você me mandasse beijos”, pediu outra. “Já garanti o meu para o dia 17! Se você falar comigo eu vou chorar”, reforçou uma internauta. Os ingressos esgotaram rapidamente.

0

Últimas notícias