Morre, aos 73 anos, o compositor Aldir Blanc, vítima de coronavírus

Internado desde o dia 10 de abril, ele apresentava infecção urinária e pneumonia

atualizado 04/05/2020 9:01

João Bosco e Aldir BlancFábio Motta/Agência Estado

Morreu, na madrugada desta segunda-feira (04/05), o compositor Aldir Blanc, vítima do coronavírus, aos 73 anos.

Aldir estava internado desde o dia 10 de abril no Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio de Janeito, com infecção urinária e pneumonia. Segundo a filha dele, Isabel Aldir, o estado de saúde do pai se agravou no dia 14. Após uma longa mobilização nas redes sociais com a hashtag #AldirBlancSOS, o compositor conseguiu uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com Isabel, os primeiros exames descartaram Covid-19. No dia 23 de abril, foi confirmado a infecção por coronavírus.

0
Trajetória

Famoso nome da Música Popular Brasileira, Blanc é o autor de pérolas como O Bêbado e o Equilibrista, composta em parceria com João Bosco e imortalizada na versão de Elis Regina. Lançada em 1979, virou uma espécie de hino da resistência à ditadura militar.

Aldir ficou famoso por suas composições com João Bosco, como a música Bala com Bala e o Mestre-Sala dos Mares. Além dos sucessos citados, Blanc também ficou conhecido por músicas como Nação, Diva e A Noite, a Maré e o Amor.

Últimas notícias