*
 

A cantora Anitta, de 25 anos, roubou a cena durante palestra na universidade de Harvard, nos EUA, mesmo rodeada de figurões como o ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco, o presidenciável Ciro Gomes (PDT-CE) e o CEO da Inbev, Carlos Brito.

Criada em Honório Gurgel, no Rio de Janeiro, a funkeira ressaltou a importância da educação para a solução da crise política no país. “A partir do momento que você educa, você coloca na cabeça do cidadão o que está nas mãos dele”, afirmou.

Anitta criticou, ainda, a maneira eleitoreira como alguns governantes conduzem a questão no Brasil. “A gente não pode ter o político que só está pensando em ser reeleito.”

A musa aproveitou o prestigiado espaço para defender o funk brasileiro. “Na favela, você fica sem oportunidade. Você chega na escola pública, principalmente agora com aprovação automática, e sai sem previsão de futuro. Não estou dizendo que o funk é a salvação da pátria, mas eu conheço inúmeros funkeiros, inclusive que eu ajudei, que antes eram traficantes”, revelou.

 

 

 

 

COMENTE

funkanittapalestraharvard
comunicar erro à redação

Leia mais: Música