Mesmo com menos conteúdo, Netflix lucra US$ 1,3 bilhão no 2º trimestre de 2021

O serviço de streaming, no entanto, projeta crescimento ainda maior com o lançamento de novas séries e filmes nos próximos meses

atualizado 22/07/2021 8:37

netflix logoDivulgação

Apesar de não ter o mesmo crescimento de 2020, a Netflix apresentou um lucro líquido de US$ 1,35 bilhão no segundo trimestre de 2021. Os resultados, divulgados pelo serviço em um balanço financeiro, representam lucro 88% maior que o mesmo período do ano passado. Os números surpreendem, pois, a empresa teve uma perda no lançamento de conteúdos por conta da pandemia de Covid-19 e aposta no terceiro trimestre deste ano para estabilizar a produção.

Ainda segundo o documento, a Netflix chegou ao número de 209 milhões de assinantes em todo o mundo – sendo 1,5 milhão nos últimos três meses. Os dados apontam um crescimento de 8,4% em relação ao segundo trimestre de 2020.

A empresa previa um aumento de 1 milhão de assinantes no período, conquistando um resultado pouco melhor que o esperado. No entanto, a Netflix frisou que a pandemia de Covid-19 criou distorções na análise. Ao todo o streaming tem 209 milhões de assinantes, dos quais, estima-se, 19 milhões estejam no Brasil.

“A pandemia [de Covid-19] criou uma instabilidade incomum em nosso crescimento e distorce as comparações ano após ano, como a aquisoção e o engajamento dos usuários no agregado dos primeiros três meses do surto da doença”, diz o relatório.

Em 2021, a Netflix já arrecadou US$ 14,5 bilhões, com lucro líquido de US$ 3 bilhões neste primeiro semestre.

Queda

Em comparação ao primeiro trimestre de 2021, a Netflix registrou uma queda de US$ 354 milhões – cerca de 20,7% a menos. A aquisição de usuários também foi menor: nos três primeiros meses deste ano, foram registrados 3,9 milhões de novos assinantes, contra 1,5 milhão nos três meses seguintes.

A empresa espera recuperar as perdas no terceiro trimestre de 2021 (julho, agosto e setembro). Aos acionistas, a Netflix afirmou projetar um crescimento de 3,5 milhões no número de assinantes.

“Apesar dos atrasos causados pela Covid nos lançamentos de 2020, fomos capazes de entregar um empolgante portifólio de títulos no segundo trimestre”, afirma o texto compartilhado com acionistas. “Como apontamos em relatórios anteriores, os atrasos levaram a um primeiro semestre mais leve, o que pretendemos compensar ao longo de 2021”, completa. Nos seis meses iniciais deste ano, foi realizado um investimento de US$ 8 bilhões em produções.

No relatório, a empresa aponta quais conteúdos serão a aposta do serviço neste período – veja aqui a lista de lançamentos de agosto na Netflix.

“Nossos lançamentos do terceiro trimestre incluem as novas temporadas de produções adoradas pelos fãs, como La Casa de Papel, Sex Education, Virgin River e Eu Nunca, assim como filmes, por exemplo Justiça em Família, Nunca Fui Beijada 3 e Kate”, garante a empresa.

Últimas notícias