#SeExplicaAmazon: web se revolta com livro que traz fotos de crianças nuas

Anjos Proibidos, de 1991, fez com que o autor fosse indiciado por incentivar à pornografia infantil e estava à venda por R$ 9.900

atualizado 16/06/2020 13:39

celularDivulgação

O site de vendas da Amazon enfrenta uma onda de críticas nas redes sociais por conta do livro Anjos Proibidos, de 1991. A obra foi responsável pelo indiciamento do autor por incentivo à pornografia infantil.

Logo na capa, o livro mostra a imagem de uma menina, de 12 anos, nua e segurando uma toalha. A obra, inclusive, lista o nome e idade das jovens que aparecem na produção. As mais velhas têm 17 anos.

Além das imagens e uso de crianças e adolescentes, outra coisa chamou atenção dos internautas: o preço. O livro estava disponível no site por R$ 9.900.

Após a repercussão, a Amazon retirou o livro do site e se manifestou publicamente: “A Amazon agradece pelo alerta. Suspendemos o produto assim que fomos informados, e estamos investigando”.

Na internet, internautas subiram a tag #SeExplicaAmazon e pediram esclarecimentos do site. A tag está entre os assuntos mais comentados do Twitter, com mais de 23 mil publicações.

0

Últimas notícias