*
 

“Axé: Canto do Povo de um Lugar”, documentário sobre o ritmo baiano, estreia nos cinemas brasileiros em 19 de janeiro. O filme desvenda as origens do axé, estilo que nasceu na Bahia e ganhou as paradas do país ao longo dos anos. Entrevistas com artistas e extenso material de arquivo compõem o longa-metragem.

Chico Kertész, diretor de “Axé”, também assinou recentemente o clipe do hit “Me Libera Nega”, do MC Beijinho. Candidata a sucesso no Carnaval 2017, a música surgiu de maneira inusitada no fim de 2016.

 

 

Ítalo Gonçalves, nome real do cantor, foi preso em flagrante por roubo de celulares em Salvador. Ainda no porta-malas da viatura, o ladrão viu a aproximação da equipe de filmagem do programa “Balanço Geral”, da “TV Record”. Ele aproveitou a oportunidade para cantar a música “Me Libera Nega”, de sua autoria, e acabou viralizando nas redes sociais.

Depois, o baiano ganhou contrato com a Sony para gravar versão de estúdio e clipe de “Me Libera Nega”. Desde que se tornou viral, o hit já rendeu versões de Caetano Veloso e do jogador Daniel Alves.

 

 

COMENTE

AxéMe libera NegaMC Beijinhoaxé canto do povo de um lugarChico Kertész
comunicar erro à redação

Leia mais: Cinema