Tiago Marques, diretor de arte de Tropa de Elite 2, morre aos 49 anos

O artista sofreu um ataque cardíaco em sua casa, no Rio de Janeiro. Ele atuou em filmes como Medida Provisória e Getúlio

atualizado 14/08/2022 14:54

Tiago MarquesReprodução/ Instagram

O diretor de arte Tiago Marques, responsável por filmes como Faroeste Caboclo, Tropa de Elite 2 e Getúlio, morreu nesse sábado (13/8) aos 49 anos. O artista sofreu um ataque cardíaco em sua casa, no Rio de Janeiro.

O velório de Marques aconteceu neste domingo (14/8), no Museu da História e da cultura Afro-Brasileira, na capital fluminense. Em seguida, o corpo será levado para cremação em cerimônia restrita aos familiares e amigos.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Mineiro de Belo Horizonte, Tiago Marques se tornou conhecido no Rio de Janeiro. Entre os filmes em que atuou como diretor de arte estão Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro (2010), Faroeste Caboclo (2013), Eduardo e Mônica (2020) e Medida Provisória (2020).

Em 2015, ele recebeu o prêmio ABC por seu trabalho no filme Getúlio, que contava a história do presidente gaúcho Getúlio Vargas.

Tiago deixa dois filhos, João e Maria, e a mulher, Paula.

Amigos lamentam

A escola de samba Portela lamentou a morte do diretor de arte. “É com enorme pesar que comunicamos o falecimento do diretor de arte Tiago Marques, portelense apaixonado pela Majestade do Samba,” diz a postagem no Instagram.

A escola de samba também afirmou que, no momento, o diretor estava dirigindo a série Candelária, de Luís Lomenha, que traz um personagem portelense.

O ator e diretor Lázaro Ramos, que trabalhou com Tiago no filme Medida Provisória, também lamentou: “Estávamos juntos planejando dominar o mundo no próximo projeto, e ele partiu repentinamente.”

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Portela (@oficialportela)

Mais lidas
Últimas notícias