Silvio Tendler será curador da 53ª edição do Festival de Cinema de Brasília

Saiba mais sobre o cineasta que é conhecido por abordar em seus filmes personalidades como Jango e JK

atualizado 26/10/2020 13:22

Sivio TendlerReprodução/CulturaDF

O cineasta Silvio Tendler será o curador da 53ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (FBCB). O festival, que é um dos mais tradicionais festival do país, será transmitido pelo Canal Brasil entre os dias 15 e 20 de dezembro de 2020.

O nome do documentarista foi escolhido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (Secec). O Secretário da pasta, Bartolomeu Rodrigues, contou como foi convocar Tendler para a curadoria do Festival. “Silvio estava em casa com uma longa barba de Papai Noel escondendo-se da Covid. Quando joguei o assunto, ele respondeu sorrindo e disposto: ‘Cancelar o Festival? De jeito nenhum! Vamos fazer’. A energia dele me impressiona”, revelou.

A carreira de Silvio Tendler é repleta de marcos. Além de já ter sido secretário de Cultura no Distrito Federal, ele fez história no festival de Brasília e é o nome de importantes produções como: “Jango”, “Os anos JK”, “Militares da democracia” e “Privatizações: A Distopia do Capital”.

“É uma honra e ao mesmo tempo uma emoção intensa. Tudo junto e misturado num momento de muita dificuldade para a cultura no Brasil por conta da pandemia, mas também de alegria pelos 60 anos de Brasília”, observa o cineasta.

No Festival de Brasília, Silvio Tendler foi consagrado com “Glauber, o Filme – Labirinto do Brasil” (2003 – melhor filme pelo júri popular, prêmio da crítica e dos pesquisadores) e “Encontro com Milton Santos ou O Mundo Global Visto do Lado de Cá” (2006 – júri popular).

Uma das maiores bilheterias de Silvio Tendler é o filme “O Mundo Mágico de Os Trapalhões”, com 1 milhão e 800 mil espectadores. O documentário comemorou os 15 anos do antológico grupo de humoristas. Até hoje, é a maior bilheteria da história do documentário brasileiro, seguida de “Jango” (um milhão de espectadores) e “Os Anos JK” (com 800 mil espectadores). Todos documentários de Silvio Tendler.

0

Os interessados em participar do festival devem enviar seus filmes a partir desta segunda (26/10) até 10 de novembro, de acordo com o edital, para que sejam selecionados pela curadoria do Festival.

Últimas notícias