*
 

Considerado um dos patronos do cinema brasiliense, Roque Fritsch morreu nesta quarta-feira (6/6), aos 61 anos. Profissional da área técnica e ator, o querido personagem participou de 35 longas-metragens, 100 curtas, diversos comerciais e documentários.

Desde janeiro de 2017, Fritsch enfrentava problemas de saúde, que se agravaram e levaram Roque ao falecimento. O velório será nesta quarta (6), no cemitério Parque Memorial Novo Gama, às 15h. O enterro ocorrerá às 17h.

Em entrevista ao Metrópoles, concedida em 2017, Fritsch declarou o amor à sétima arte. “O cinema foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida”, afirmou. No longa Uma Escola Atrapalhada, o profissional atuou como dublê de Didi (Renato Aragão).