Lobisomem na Noite é surpresa horripilante e necessária na Marvel

O especial de Halloween estreia em 7 de outubro no Disney+

atualizado 05/10/2022 14:01

Disney/Divulgação

Lançado sem aviso na D23 Expo, Lobisomem na Noite, especial de Halloween da Marvel, no Disney+, é uma excelente surpresa no já quase saturado mercado de lançamentos de “heróis”. Com cerca de uma hora de duração, o filme reúne horror clássico com boas pitadas de monstruosidade.

O renomado Ulysses Bloodstone morre e seus substituto será escolhido entre os maiores caçadores de monstros do mundo. Entre eles, estão Jack Russel (Gael García Bernal) e a controversa filha de Ulysses, Elsa (Laura Donnelly). A prova é capturar uma terrível besta a solta em um labirinto. A partir dessa competição, a trama se revela, em seus segredos, dramas e, principalmente, um subtexto sobre preconceito e aceitação.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Mesmo que o Lobisomem não seja, exatamente, o mais popular dos personagens da Marvel, em seu especial de Halloween ele ganha completamente sentido, sobretudo em uma estética que reverência os filmes de horror do passado, sobretudo aqueles dedicados aos monstro. Apesar de ter sangue, é tudo suavizado ao estilo Disney+ – mas, e isso sim é surpreendente, sem exageros.

Narrativa curta

Lobisomem na Noite é uma agradável surpresa também porque decide resolver sua premissa em uma narrativa curta. Em um momento no qual o MCU parece querer sempre séries com muitos episódios e filmes de longuíssima duração, este produto prefere ser ágil e consegue retratar tudo em uma hora.

Tem comédia, tem terror, tem amizade, tem luta (aliás, com belas sequências) e tem um equilíbrio entre a diversão e o horror – a sequência de transformação de Jack Russel no lobisomem é uma preciosidade.

Lobisomem na Noite buscou num monstro uma mudança estética e de conteúdo. E acertou.

Avaliação: Ótimo

Mais lidas
Últimas notícias