Documentário sobre racismo dirigido por Alexandra Loras estreia esta semana

O filme Inconscientes Revelados será transmitido on-line e gratuitamente no YouTube

atualizado 04/11/2020 19:11

Inconscientes Revelados/Divulgação

O panorama racial no Brasil é o tema central do debate presente no documentário Inconscientes Revelados. O filme será exibido nesta sexta-feira (06/11) e em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, ambos às 19h. A transmissão será on-line e gratuita no canal do YouTube. Em seguida, haverá uma conversa com o coletivo M.O.O.C, que fez parte da direção de arte do longa.

Com a direção da ativista pela diversidade étnico-racial Alexandra Loras (que já foi consulesa francesa no Brasil), a proposta é retratar as cicatrizes e estruturas do racismo ainda presentes na sociedade. A equipe buscou mostrar o apartheid e segregação observados no país por meio de pesquisa e estudo antropológico.

“Existe uma segregação racial cordial no Brasil e esse é um dos focos do Inconscientes Revelados. No documentário, mostramos as raízes de comportamento dos brasileiros assim como os vieses de pensamento que constroem essa nação diversa, porém austera, em que ainda é latente a cultura do racismo”, pontuou Alexandra Loras, em nota.

0

Em 70 minutos de duração, o filme fomenta uma narrativa repleta de fatos históricos e sociais. A reflexão acontece por meio de depoimentos de personalidades, como a juíza federal Mylene Ramos, o antropólogo do afroconsumismo Fernando Montenegro, a ex-ministra dos Direitos Humanos Luislinda Valois, o historiador Leandro Karnal e a deputada federal Tia Eron.

O documentário foi produzido pela DreamBox, viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura com patrocínio da farmacêutica francesa Sanofi e com o apoio do coletivo M.O.O.C.

Serviço:

Pré-estreia Inconscientes Revelados
6 e 20 de novembro, às 19h
YouTube e Zoom

Últimas notícias