Crítica: Frozen 2 conta a origem de Elsa em filme bom de se ver

A produção da Disney tem tudo para ser o grande sucesso das telonas nestas férias

atualizado 02/01/2020 12:37

Reprodução

Quando Frozen chegou aos cinemas, em 2014, a estrutura narrativa que colocava duas mulheres como protagonistas de sua própria aventura arrancou (merecidos) elogios. A saga de Elsa e Anna ganha, agora, uma continuação, que estreia em 2 de janeiro no Brasil.

O Metrópoles já assistiu à Frozen 2 e conta (sem spoilers) o que esperar da sequência do filme: nos Estados Unidos, onde já estreou, a produção arrecadou US$ 85 milhões somente na última semana.

O sucesso não é à toa: a animação da Disney consegue, de forma habilidosa, recuperar o universo do reinado de Arendelle e construir uma história que vale a pena continuar a ser contada.

Divulgação

Origem

Frozen 2 pode, tranquilamente, ser classificado como uma história de origem de Elsa – e, com menos destaque, de Anna. As duas retornam aos locais de suas infâncias para descobrir sobre poderes e magia.

Divulgação

Floresta encantada

Se o primeiro capítulo se passava em meio a montanhas geladas, a continuação entra em um floresta encantada – um ambiente bastante comum aos contos de fadas. É lá que a trama se desenvolve revelando passado, presente e futuro de Arendelle.

Preservação ambiental

As recentes produções da Disney têm trazido um discuso ambiental, mesmo que ainda de forma bastante discreta. O convívio com a natureza está, de diferentes maneiras, inserido em Frozen 2. A mensagem é, extremamente, importante no mundo atual.

Músicas

A empreteitada do Panic At the Disco, com Into The Unknown, não repete o sucesso de Let it Go (Idina Menzel e Demi Lovato), mas cumpre boa função. Afinal, agora Elsa e Anna partem em busca de entenderem o passado, ainda desconhecido. A luta pela liberdade ficou no primeiro capítulo.

Divulgação

Novos personagens (fofinhos)

Filmes da Disney não são filmes da Disney sem personagens fofinhos que vão virar bonequinhos a serem vendidos em lojas de brinquedos do mundo todo. Portanto, vale prestar atenção na linda salamandra de fogo. Seria o novo Baby Yoda?

Divulgação

Mitologia

Um dos grandes ganchos de Frozen 2 é conseguir unir a ideia dos quatro elementos fundamentais – ar, fogo, terra e gelo – à mitologia da própria franquia. As pontas se encaixam e, de fato, muitas dúvidas são explicadas.

Últimas notícias