O cineasta francês Jean-Claude Brisseau morreu neste sábado (11/05/2019) aos 74 anos em sua cidade natal, Paris. Segundo o portal Le Figaro, o diretor morreu em um hospital depois de uma longa batalha contra uma doença.

Brisseau dirigiu 13 longas-metragens, entre eles De Barulho e de Fúria (1988), Boda Branca (1989) – seu maior sucesso – e, mais recentemente, A Garota de Lugar Nenhum (2012).

O parisiense foi condenado em um processo de assédio sexual em 2005, caso que foi lembrado pelo movimento #MeToo: em 2017, a Cinemateca Francesa cancelou um evento em sua homenagem por causa do burburinho causado em torno de sua figura.