*
 

Poucos fatos da vida de Freddie Mercury são tão conhecidos quanto a sua sexualidade. Ainda que não tivesse alardeado sua orientação sexual durante o tempo em que estava vivo, a morte do vocalista do Queen, em 1991, alçou-o ao posto de ícone gay.

Contudo, 27 anos depois e mesmo com todos os avanços na luta contra o preconceito, brasileiros seguem demonstrando sua homofobia contra Mercury e contra o movimento LGBTQ+. Na internet, surgiram diversos relatos de vaias durante cenas gays de Bohemian Rhapsody, cinebiografia da banda britânica que foi lançada no país no dia 1º de novembro.

Confira alguns relatos na galeria: