BTS faz discurso na Assembleia Geral da ONU, em Nova York

O líder do grupo Kim Namjoon contou os desafios de sua trajetória na música e pediu aos jovens para usarem suas vozes

atualizado 25/09/2018 17:40

Reprodução do YouTube

A maior boy-band do mundo, BTS, fez parte da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas nesta segunda-feira (24/9) na presença de líderes mundiais para o lançamento do projeto Generation Unlimited. De acordo com a UNICEF, a empreitada é uma parceria global que visa aumentar oportunidades e investimentos para crianças e jovens dos 10 aos 24 anos de idade.

A Diretora Executiva da UNICEF, Henrietta Fore, já fez uma parceria com o grupo em novembro de 2017 ao lançarem o projeto Love Myself. A campanha visa arrecadar fundos para a iniciativa #ENDviolence, que procura garantir a segurança de crianças e adolescentes ao redor do mundo. Em um ano, o BTS conseguiu arrecadar US$ 1,03 milhão. Eles se tornaram também as únicas celebridades pop coreanas a fazer um discurso para a ONU.

Em seu discurso, o líder do grupo Kim Namjoon – também conhecido como RM – disse que “[seus] fãs se tornaram grande parte [do Love Myself] com sua ação e entusiasmo”. Depois de contar uma anedota sobre como sonhava em ser um super-herói quando criança, ele admite que “[começou] a se forçar dentro de moldes criados por outras pessoas”, e que começou também a perder sua voz.

0

Admitiu também que houveram muitas vezes em que pensou em desistir da música, pois “muitas pessoas achavam que [o BTS] não tinha esperança”. Ao final do discurso, ele insiste que os jovens devem encontrar seus nomes e suas histórias para poderem contar ao mundo quem são.

Confira o discurso completo em inglês abaixo:

Últimas notícias