Vídeo: “trem de satélites” da SpaceX é visto ao cruzar o céu do DF

Cena foi registrada pelo astrofotógrafo Leo Caldas, na noite dessa quarta-feira (19/5), na região de Águas Claras

atualizado 20/05/2021 14:26

Reprodução/Redes sociais

O olhar atento do astrofotógrafo Leo Caldas não deixou ficar sem registro a passagem do “trem de satélites” da SpaceX pelo céu de Brasília. As imagens foram registradas por volta das 18h45 dessa quarta-feira (19/5), na região de Águas Claras.

Os equipamentos compõem o projeto Starlink, do CEO da Tesla Motors, Elon Musk. Trata-se de uma constelação de pequenos satélites que orbitam a Terra para prover internet de banda larga de qualidade e com um preço consideravelmente baixo, em âmbito global.

“Quando esses satélites são lançados, eles ficam quase em fila indiana durante um tempo, até eles se espalharem e atingirem a órbita prevista para cada um deles”, contou Leo Caldas ao Metrópoles.

Veja o registro:

O último lançamento foi no dia 9 de maio, onde, a bordo do Falcon 9, principal foguete da SpaceX, 60 satélites foram levados ao espaço. Ele se destaca pelo baixíssimo custo de lançamento, quando comparado aos concorrentes, pelo fato de ser reutilizável.

“O apelido ‘trem de satélite’ é dado para a formação inicial que eles têm pouco depois da liberação”, disse Leo.

Além do Distrito Federal, a passagem foi flagrada em várias regiões do Brasil, como Minas Gerias e São Paulo. “Os satélites são visíveis logo depois do anoitecer ou antes do amanhecer”, explicou Caldas.

“Juntando os frames do vídeo fica claro que eles estão em órbitas ligeiramente diferentes e é isso que faz eles se espalharem a cada órbita na Terra”, complementou.

Redes sociais

Caldas usou uma lente de 35 milímetros e com capacidade para captar bastante luz. Como a passagem durou quatro minutos, o profissional acelerou o vídeo em quatro vezes, reduzindo a duração da gravação. Ao postar em seu Instagram, o @fotografiaeastronomia, os seguidores revelaram as reações ao avistarem o fenômeno.

“Minha filha me chamou no quintal perguntando se estrela se movia e me mostrou a fila de ‘estrelas’ atravessando o céu. Sensacional! Não sabia o que era, achei que fossem drones”, escreveu um dos seguidores

“Eu vi. Estava caminhando no parque de Águas Claras e parei. Olhei pro céu e o povo me olhando, daí ficaram olhando também”, disse outro.

Em agosto do ano passado, também houve registros da passagem pelo Distrito Federal.

Últimas notícias