Vídeo mostra médicos tentando reanimar soldado da PMDF baleado no peito

Walisson Holanda Fernandes, de 28 anos, estava de folga quando foi alvejado e não resistiu

atualizado 17/11/2020 15:15

PMDF/Reprodução

Imagens dramáticas mostram a tentativa de médicos do Hospital Regional de Ceilândia tentando reanimar o policial militar Walisson Holanda Fernandes, de 28 anos. Ele estava de folga, na noite desta segunda-feira (16/11), quando foi atingido no peito após reagir a uma tentativa de assalto.

O crime ocorreu por volta das 19h30, na casa do PM, na QNP 17, conjunto B, em Ceilândia. Ele foi ferido e levado para o HRC inconsciente e em estado grave, mas não resistiu e morreu alguns minutos depois de dar entrada na unidade hospitalar.

O vídeo gravado por um PM mostra Walisson de bermuda, em uma maca, e um médico sobre ele fazendo massagens cardíacas. Apesar das tentativas, o militar não sobreviveu.

Assista:

Lotado no 20º Batalhão de Polícia Militar, no Paranoá, o soldado Walisson tirou folga do trabalho nesta segunda-feira. Segundo informações preliminares da PMDF, ele e um amigo estavam na porta da casa do policial quando dois homens chegaram em um Fox branco, placa JKN 5560-DF, e anunciaram o assalto.

Walisson reagiu e foi alvejado duas vezes, na altura do peito. Ele ainda conseguiu acertar um dos assaltantes, mas os ladrões fugiram do local.

Bandidos presos

Acionada logo após o crime, a PMDF deu início às buscas pelos assaltantes. Pouco depois das 20h, três suspeitos de participarem do crime foram presos, em Águas Lindas de Goiás, na região do Entorno.

A prisão foi realizada pela Polícia Militar de Goiás. Os suspeitos estavam em um Fox com as mesmas características do veículo usado na tentativa de assalto ao soldado em Ceilândia e foram encaminhados ao Ciops do município goiano.

O velório de Walisson acontecerá nesta quarta-feira (18/11), na capela 2 do Cemitério Campo da Esperança de Taguatinga, das 9h às 10h30. O sepultamento está marcado para as 11h.

Últimas notícias