Vídeo: após ganhar tênis de R$ 1.039, motoboy que vazou nudes de mulheres zomba de doméstica

"Por essa, definitivamente, vocês não esperavam. Olha o tênis Alpinestar zero que eu ganhei da empregada doméstica", caçoa o homem no vídeo

atualizado 13/07/2021 10:24

homem sorrindo com mulher nuaReprodução

O motoboy que vazou nudes de um grupo de mulheres voltou a ter vídeos circulando em grupos de WhatsApp. Desta vez, o “Don Juan” gravou imagens em que aparecem apenas suas pernas. O homem calça um tênis novo que teria sido comprado por uma das inúmeras vítimas que ele se relacionava.

No vídeo, o motoboy zomba da mulher, que ele chama de “empregada doméstica”. Sentado, o estelionatário comenta sobre um par de tênis da marca Apinestar. Os modelos são conhecidos por custarem a partir de R$ 1 mil. “Aí, família de arrombados, por essa, definitivamente, vocês não esperavam. Olha o tênis Alpinestar zero que eu ganhei da empregada doméstica”, diz.

Ele ainda se gaba para os integrantes do grupo em que as imagens foram postadas. “Não é qualquer tênis, é Alpinestar. Olha quanto que ela pagou [R$ 1.039]. E o mérito é todo de quem? O mérito é todo do papai aqui. Chupa, seus arrombados”, debochou.

Veja vídeo:

Ocorrência policial

Uma das vítimas do motoboy que teve vídeos e fotos íntimas vazadas na internet registrou ocorrência na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam). Ela descobriu que havia sido exposta após ser alertada por mensagens em seu perfil no Instagram.

De acordo com a vítima, o suspeito de compartilhar o material com conteúdo sexual teria exibido dezenas de imagens no grupo, entre piadas e comentários machistas. Os prints foram salvos por integrantes do grupo em que o homem se gabava pelas noites de sexo.

Uma das mulheres que conversou com o Metrópoles disse ter conhecido o motoboy por meio de um aplicativo de relacionamentos. “Saímos algumas vezes e nos relacionamos sexualmente, sim. Ele tirou fotos minhas, e eu imaginei que ele guardaria, não que jogaria em um grupo. Houve, no entanto, a gravação de um vídeo, sem o meu consentimento”, explicou.

Outro lado

Procurado pela reportagem, o motoboy se defendeu alegando que, no caso das 10 mulheres que se reuniram para juntar provas contra o vazamento de fotos e vídeos íntimos, nenhuma delas foi alvo de exposição. “Confesso, sim, que já publiquei fotos e vídeos de mulheres, mas são casos antigos, que não envolvem nenhuma dessas mulheres que estão me denunciando”, garantiu.

O motoboy também confirmou que tinha necessidade de autoafirmação e, por isso, fazia as postagens de momentos entre quatro paredes com mulheres que ele conquistava. “Depois de cometer esses erros, me arrependi e pedi desculpas no grupo. Mesmo assim, algumas pessoas se juntaram para denegrir minha imagem e me prejudicar. Posso garantir que, recentemente, não divulguei nem compartilhei fotos e vídeos íntimos de nenhuma dessas mulheres”, finalizou.

Últimas notícias