União venderá apartamentos em Brasília a partir de R$ 733 mil. Veja fotos

Metrópoles visitou dois imóveis que serão negociados pela Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, na 106 e 313 Norte

atualizado 17/09/2020 11:35

Hugo Barreto/Metropoles

A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União do Ministério da Economia (SPU-ME) autorizou a venda de 33 imóveis funcionais na capital da República. Desses, 16 serão vendidos por meio de concorrência pública até o fim de outubro e chegam a custar R$ 1 milhão. O valor de 17 deles não foi detalhado.

Todos os apartamentos são localizados no Plano Piloto, já foram utilizados como imóveis funcionais e encontram-se desocupados. Eles serão transferidos a donos privados.

De acordo com textos publicados no Diário Oficial da União (DOU) de terça (8/9) e quarta-feira (9/9), os novos apartamentos à venda no DF estão localizados na Asa Sul e na Asa Norte. O interesse nas propriedades é grande.

O Metrópoles visitou duas unidades e averiguou as condições de conservação, como o estado da pintura, do piso e das portas.

Os imóveis têm dimensões e instalações variadas. As moradias visitadas pela reportagem são de três quartos, com áreas de 154,07 m² e 107,672 m². Elas ficam em duas quadras nobres da Asa Norte.

Os apartamentos têm suíte, armários embutidos em todos os quartos, banheiro, sala e cozinha com área de serviço, além de dependência de empregada.

Um dos apartamentos, no Bloco B da 313 Norte, está reformado e pronto para morar. Fechado há mais tempo, o outro, no Bloco F da 106 Norte, precisa de reparos, mas está em boas condições gerais e com banheiros já reformados.

Essa segunda unidade tem piso de taco. Vazado e com janelas amplas, o apartamento é bem arejado.

Os prédios onde ficam os dois imóveis ofertados – e cujos preços ainda não foram divulgados – passaram por reformas.

Conheça os imóveis visitados pela reportagem:

  • SQN 313 Bloco B, Apartamento 103, Asa Norte
0
  • SQN 106 Bloco F, Apartamento 103, Asa Norte
0
Como comprar?

Quinze dos outros 16 apartamentos à venda no DF ficam na Superquadra Sul (SQS) 102 e já podem receber propostas de interessados, por meio do site de imóveis da União. O de menor valor informado custa R$ 733 mil.

próxima concorrência eletrônica está prevista para o dia 22 de setembro, e as demais ocorrem até 28 de outubro.

Os interessados na aquisição dos bens devem fazer a proposta pela internet, no site do governo federal, e anexar o comprovante de caução, na quantia correspondente a 5% do valor do imóvel. Se o lance não for o vencedor, o dinheiro será devolvido.

Confira as datas, os apartamentos e os preços dos próximos imóveis que serão vendidos:

  • 22 de setembro
    – SQS 102, Bloco F, Apartamento 407, Asa Sul
    R$ 956.000
    – SQS 102, Bloco J, Apartamento 503, Asa Sul
    R$ 1.006.000
    – SQS 102, Bloco A, Apartamento 203, Asa Sul
    R$ 980.000
  • 1º de outubro
    – SQS 102, Bloco F, Apartamento 307, Asa Sul
    R$ 949.000
    – SQS 102, Bloco C, Apartamento 108, Asa Sul
    R$ 962.000
    – SQS 102, Bloco D, Apartamento 505, Asa Sul
    R$ 961.000
    – SQS 102, Bloco J, Apartamento 403, Asa Sul
    R$ 1.000.000
    – SQS 113, Bloco D, Apartamento 204, Asa Sul
    R$ 733.000
  • 19 de outubro
    – SQS 102, Bloco F, Apartamento 206, Asa Sul
    R$ 936.000
    – SQS 102, Bloco J, Apartamento 605, Asa Sul
    R$ 1.010.000
    – SQS 102, Bloco C, Apartamento 207, Asa Sul
    R$ 980.000
  • 28 de outubro
    – SQS 102, Bloco D, Apartamento 104, Asa Sul
    R$ 909.000
    – SQS 102, Bloco F, Apartamento 106, Asa Sul
    R$ 909.000
    – SQS 102, Bloco J, Apartamento 203, Asa Sul
    R$ 980.000
    – SQS 102, Bloco F, Apartamento 204, Asa Sul
    R$ 936.000
    – SQS 102, Bloco J, Apartamento 304, Asa Sul
    R$ 993.000

Saiba onde estão os imóveis que serão ofertados, mas ainda não têm preços definidos:

  • SQS 105, Bloco C, apartamento 505, Asa Sul
  • SQS 302, Bloco E, Apartamento 101, Asa Sul
  • SQS 311, Bloco D, Apartamento 602, Asa Sul
  • SQN 105, Bloco E, Apartamento 104, Asa Norte
  • SQN 106, Bloco A, Apartamento 607, Asa Norte
  • SQN 106, Bloco F, Apartamento 103, Asa Norte
  • SQN 106, Bloco J, Apartamento 202, Asa Norte
  • SQN 108, Bloco B, Apartamento 603, Asa Norte
  • SQN 304, Bloco G, Apartamento 505, Asa Norte
  • SQN 313, Bloco B, Apartamento 103, Asa Norte
  • SQN 106, Bloco C, Apartamento 304 – Asa Norte
  • SQN 106, Bloco C, Apartamento 503 – Asa Norte
  • SQN 313, Bloco E, Apartamento 610 – Asa Norte
  • SQS 104, Bloco D, Apartamento 601 – Asa Sul
  • SQS 216, Bloco J, Apartamento 202 – Asa Sul
  • SQS 316, Bloco I, Apartamento 205 – Asa Sul
  • SQS 316, Bloco K, Apartamento 403 – Asa Sul
Caixa para a União

Mesmo ainda sem valor definido para 17 unidades, o superintendente do Patrimônio da União no DF, Renan Mata, afirmou que os preços são semelhantes aos dos apartamentos já anunciados.

“São unidades que se assemelham, em quadras diferenciadas que têm parques para crianças, quadras poliesportivas e perto de grandes comércios com boas opções e restaurantes. Muitos não estão em bom estado e não são aproveitados pela administração pública. Dessa forma, eles estão sendo colocados à venda pela necessidade de dinheiro em caixa da União”, explicou.

Superintendente do Patrimônio da União no DF, Renan da Mata

 

Ainda segundo o superintendente, o preço é atrativo para os interessados. “Quando colocamos à venda os apartamentos do Patrimônio da União, a avaliação feita no mercado leva em conta alguns fatores e o preço já fica a contento. As condições são boas. Com os imóveis parados, há um gasto de dinheiro público desnecessário. O objetivo é dar uma melhor destinação a esses imóveis, além de desinchar a máquina e fazer a economia girar”, finalizou.

Últimas notícias