Veja como ficou casa onde menino de 10 morreu queimado após incêndio

De acordo com testemunhas, Leonardo Barbosa brincava com uma caixa de palitos de fósforos, fazendo fogueira no terreno da residência

atualizado 06/10/2020 17:09

Reprodução/CBMDF

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e militares responsáveis pela área de perícia do Corpo de Bombeiros começaram a analisar os escombros da casa onde morreu Leonardo Henrique Pereira da Costa, 10 anos, em Planaltina. O menino veio a óbito durante o incêndio que consumiu a residência de quatro cômodos, nesta segunda-feira (5/10).

O trabalho da perícia ainda não foi concluído em razão da quantidade de objetos inflamáveis que havia dentro da residência. O objetivo é identificar o que teria provocado o incêndio.

De acordo com testemunhas que moram próximas da casa, Leonardo brincava com uma uma caixa de palitos de fósforos na véspera do incêndio, fazendo fogueira no terreno próximo ao imóvel. Havia muitos objetos de fácil combustão dentro da casa, o que dificultou até a perícia. Por isso, ela será concluída nesta terça-feira (6/10).

Quando as chamas tomaram conta da residência, o menino estava no imóvel com a mãe, Luzinete Barbosa, 49 anos. Ambos moram na Cidade Ocidental, no Entorno do DF. A casa alvo do incêndio pertence à avó de Leonardo, a pastora  Maria das Graças, 70 anos, muito conhecida na região. O local da tragédia fica na Rua Hugo Lobo, no bairro conhecido como Setor Tradicional de Planaltina.

Veja imagens da destruição:

Queimaduras

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado para atender a ocorrência e conseguiu conter as chamas por volta das 12h10, porém, constatou o óbito da criança logo em seguida. Luzinete conseguiu sair da casa, mas precisou ser internada no Hospital Regional de Planaltina com queimaduras nos braços e nas pernas.

A casa atingida pelo fogo era de alvenaria e tinha quatro cômodos, mas foi completamente consumida pelas labaredas. O caso é apurado pela 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina).

Ao todo, 23 militares dos bombeiros atuaram na ocorrência, que contou com cinco viaturas.

Últimas notícias