Vaqueiro é espancado após flagrar roubo de gado em fazenda do DF

Os três homens que participaram do crime foram presos. Polícia investiga possível esquema envolvendo pessoas de alto poder aquisitivo

atualizado 07/05/2021 19:47

gadoDivulgação/PCDF

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga uma quadrilha especializada em roubo de gado nas regiões rurais de São Sebastião e Planaltina. Os agentes descobriram o grupo depois que um vaqueiro foi espancado, na última terça-feira (4/5), em São Sebastião. A vítima flagrou um dos integrantes da quadrilha levando animais da fazenda em que trabalha.

Segundo a polícia, ao perceber que foi visto pelo vaqueiro, os criminosos o renderam e o acertaram com várias pedradas na cabeça. Os agressores só pararam porque acharam que o homem estava morto. No dia seguinte, o vaqueiro foi encontrado sem consciência pelos donos da fazenda. Ele foi levado para o Hospital Regional do Paranoá, onde permanecia internado até a tarde desta sexta (7/5).

“Nós identificamos e prendemos o responsável pela tentativa de latrocínio [em São Sebastião] e identificamos outras duas pessoas responsáveis pelo encarretamento e transporte do gado para uma fazenda em Planaltina”, informou o delegado-adjunto da 30ª Delegacia de Polícia, Ulysses Luz.

Segundo o investigador, a prisão dos três autores revelou apenas uma parte do esquema criminoso. O delegado disse que o caso será “investigado profundamente nas próximas semanas” e que há suspeita de que pessoas com alto poder aquisitivo estejam envolvidas nessa organização, atuando na “encomenda” de gado roubado  e pagando preços irrisórios.

Últimas notícias