UnB tem 19 cursos gratuitos, on-line e com certificado. Confira opções

Com áreas variadas, cursos estão abertos ao público continuamente e com acesso livre. Não há limite de vagas nem data-máxima para inscrição

atualizado 07/10/2022 14:16

computador Getty Images

Universidade de Brasília (UnB) está com inscrições abertas para 19 cursos gratuitos ofertados pela instituição de ensino superior. O programa Escola para Cidadania tem oportunidades para diversas áreas e com direito a certificado. Interessados devem se inscrever neste link.

Ao Metrópoles a professora Thérèse Hofmann Gatti, responsável pelo projeto, informou que os cursos são on-line, abertos ao público, de acesso livre e contínuos; por isso, não é necessário aguardar a formação de novas turmas para dar início as aulas.

Não há data-limite para inscrição nem número mínimo de vagas para a abertura de turmas.

Confira os 19 cursos disponibilizados:

  • Segurança da informação
  • Inglês aplicado ao trabalho
  • Espanhol aplicado ao trabalho
  • Português básico para o mundo do trabalho
  • Introdução ao Excel
  • Análise de investimento
  • Fundamentos e processos de gestão de recursos humanos
  • Edição e tratamento de imagens
  • Demonstrações contábeis e análise
  • Comunicação escrita para o trabalho
  • Análise de riscos na construção civil
  • Gestão da qualidade
  • Cuidando de pessoas idosas
  • Empreendedorismo na pesca
  • Higiene na indústria de alimentos
  • Processos industriais
  • Planejamento de negócios na pesca
  • Perfil e processo de trabalho dos ACS
  • Tecnologias de uso racional da água: ambientes domiciliares

Thérèse Hofmann destaca que os certificados são emitidos por meio da própria plataforma assim que o aluno completa 50% de aproveitamento nas atividades propostas. Caso não consiga cumprir a carga horária estabelecida, a professora lembra que o estudante não será desligado da plataforma e poderá começar o curso novamente.

“Trata-se de um programa autoinstrucional, que não depende de auxilio de tutor. As atividades são programadas com feedbacks automáticos e de estímulo para que o participante entenda o que errou, em vez de receber somente o ‘certo ou errado’. Por ser um projeto on-line, aberto a todos e sem limite de inscrição, o aluno pode fazer o curso no tempo dele”, afirma a professora.

O Escola para Cidadania surgiu em 2019 e, desde então, mais de 25 mil estudantes se cadastraram na plataforma.

Mais lidas
Últimas notícias