UnB inaugura primeiros postes de segurança no Campus Darcy Ribeiro

O equipamento poderá ser acionado a qualquer momento, em situações de emergência que necessitem do apoio de agentes de vigilância

atualizado 04/08/2022 12:54

Pessoa andando em corredorHugo Barreto/Metrópoles

A Universidade de Brasília (UnB) vai inaugurar, nesta quinta-feira (4/7), a instalação dos dois primeiros postes com botões para comunicação direta com Central de Segurança do Campus Darcy Ribeiro, na Asa Norte. Os equipamentos poderão ser acionados a qualquer momento, em situações de emergência que necessitem do apoio de agentes de vigilância da UnB.

A inauguração ocorrerá a partir das 15h, próximo a Biblioteca Central (BCE) do campi. Já o outro mecanismo, está situado na Faculdade de Educação.

Os dois pontos fazem parte dos corredores de segurança, sistema instituído em 2018, que contempla cinco trajetos nas principais vias do campus, interligando os prédios administrativos e acadêmicos à Casa do Estudante e às L2 e L3 Norte. Os trechos também receberam reforço na iluminação e no quantitativo de profissionais de segurança.

De acordo com o vice-reitor da UnB, Enrique Huelva, futuramente todos os cinco corredores terão equipamentos semelhantes, para que a comunidade universitária se comunique de maneira direta com a equipe de segurança da instituição. Ao todo, serão instalados 20 postes de segurança, distribuídos por todos os campi.

“Cada corredor de segurança terá um poste [com o botão]. São espaços que tradicionalmente representam maior risco para nossa comunidade”, explica o vice-reitor, que preside o Comitê Consultivo Permanente para a Gestão de Segurança na UnB, instituído no fim de 2017 para o planejamento de ações nessa área.

Funcionamento

Os postes com botões de segurança terão uma câmera de videomonitoramento. Ao acionar o botão, o usuário será atendido por meio de um interfone pela central de segurança da UnB, que funciona 24h. O profissional que responder ao chamado vai identificar o local de origem da ocorrência, ouvir o relato do usuário e tomar as providências necessárias.

“Vamos ter uma câmera focada no botão, para que o vigilante consiga ver o que está acontecendo e acionar a vigilância motorizada”, explica o prefeito da UnB, Valdeci da Silva Reis. “Em poucos minutos a ocorrência será atendida”, completa.

Durante o atendimento, o profissional poderá inclusive acionar corpo de segurança externo à Universidade, como Bombeiros, Samu ou Polícia Militar – a depender da situação.

Reforço

A proposta de implantação dos botões foi apresentada ao Comitê de Segurança pela Diretoria de Manutenção, Reparos e Transportes (Dimat), e os equipamentos foram produzidos com uso de materiais e mão de obra da própria Universidade.

A iniciativa reforça outros equipamentos de segurança da UnB, que conta com 480 câmeras de videomonitoramento distribuídas nos quatro campi e hospitais veterinários da UnB.

O vice-reitor, Enrique Huelva, afirma que, além dos botões, também foram instaladas câmeras de longo alcance em todos os corredores de segurança e nas entradas do campus Darcy Ribeiro. Os equipamentos já estão em funcionamento e conseguem captar imagens de todas as vias.

Mais lidas
Últimas notícias