*
 

O DFTrans encontrou fortes indícios de fraude no Passe Livre Estudantil. De acordo com o órgão, por meio de um cruzamento de dados fornecidos por instituições de ensino, identificou 1.236 estudantes que fizeram o cadastro para receber o benefício como estudantes da Universidade de Brasília (UnB), mas não foram reconhecidos como alunos da entidade.

Em função dos indícios de fraude, o DFTrans está fazendo um pente-fino no benefício. Ao todo, o órgão recebeu 290 mil cadastros este ano, sendo que 240 mil estão ativos. Há 40 mil pendências e 10 mil não foram buscar o Passe Livre Estudantil. O DFTrans diz que quem estiver irregular será convocado para justificar o cadastro em um prazo de 10 dias, sob pena de responder pela fraude.

 

 

COMENTE

DFTranspente-finofraudePasse Livre Estudantil
comunicar erro à redação

Leia mais: Transporte