Horas depois de divulgar que os servidores públicos distritais teriam ponto facultativo na segunda-feira (2/7) em decorrência do jogo da Seleção Brasileira pela Copa do Mundo 2018, o Governo do Distrito Federal (GDF) mudou de ideia. Decreto publicado em edição extra do Diário Oficial do DF na noite desta sexta-feira (29/6) traz a informação de que não haverá expediente nos órgãos e entidades da administração pública direta e indireta.

O documento, assinado pelo governador Rodrigo Rollemberg (PSB), cancela o trabalho em vez de dar a opção aos servidores. A grande diferença entre uma e outra determinação é que a suspensão do expediente pressupõe compensação das horas não cumpridas, posteriormente.

Por isso, o decreto (confira abaixo) divulga ainda: o período não trabalhado pelos servidores deverá ser compensado até 31 de dezembro, sem data definida além desse prazo. As unidades responsáveis por atendimentos essenciais aos cidadãos vão manter escalas para garantir a prestação ininterrupta dos serviços.

Reprodução/Diário Oficial do DFTrânsito
A medida foi publicada a fim de evitar engarrafamentos como os que pararam Brasília no jogo do Brasil contra a Sérvia, na última quarta-feira (27/6). Duas horas antes da partida, as vias da capital já estavam travadas, os vagões de metrô lotados e os ônibus com excesso de passageiros. O duelo começou às 15h, e muitos brasilienses tiveram de escutar o início pelo rádio.

Enquanto a Seleção Brasileira trocava os primeiros passes em campo na disputa pela classificação, muitas pessoas ainda estavam presas no trânsito. Na Asa Norte, por exemplo, a situação ficou complicada nas principais vias da região.

Houve registros de gargalos na L2 e L4, bem como no Setor de Clubes Norte (SCN). Nas Estrada Parque Taguatinga (EPTG) e na Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB), o tráfego também estava complicado. O caminho para Sobradinho e cidades vizinhas não foi diferente.

O jogo do Brasil contra o México será televisionado a partir das 11h desta segunda (2/7).