*
 

O rompimento de uma adutora na Estrada Parque Vicente Pires (EPVP), principal saída de Águas Claras, causou um grande engarrafamento na manhã desta quinta-feira (17/8). Para os motoristas, a dica é evitar a via que liga a cidade e o Park Way à Estrada Parque Taguatinga (EPTG). Devido ao nó no trânsito, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER-DF) liberou o uso das faixas exclusivas de ônibus na EPTG e na EPNB. A medida valerá até a meia-noite de sexta (18). Para aliviar o trânsito, o órgão decidiu ainda estender a inversão da Estrutural até as 20h30 de hoje.

A Defesa Civil foi acionada. Há três casas com relatos de afundamento do piso. Os moradores foram retirados para segurança e uma melhor avaliação da situação. Segundo o órgão, 28 casas foram atingidas, mas apenas essas três estão ameaçadas.

“Acordamos de madrugada com a água já na canela. Foi um susto. Tudo alagado e com lama. Comprei uma máquina de lavar roupa tem 20 dias, estragou, toda cheia de lama. Sofá, geladeira, freezer. E não tem nem água pra limpar tudo”, lamentou Eli Silvia, 37 anos, moradora de uma das casas mais atingidas na margem da EPTG. O prejuízo, segundo ela, chegou a R$ 20 mil.

 

A Caesb informou que enviou uma equipe ao local. O vazamento começou por volta das 5h e foi contido às 6h50, mas não há previsão para que o conserto seja concluído. O acidente ocorreu em um momento delicado no abastecimento do Distrito Federal, que vive a sua pior crise hídrica.

Por conta da necessidade de uma obra no local, o trânsito foi suspenso e um desvio foi feito para que os motoristas retornassem sentido Águas Claras antes de chegarem ao Viaduto Israel Pinheiro.

A recomendação é que os moradores da região saíam para a EPTG pela parte de cima de Águas Claras ou peguem o sentido contrário da EPVP, rumo à Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB). Em virtude do fechamento da principal saída, o trânsito dentro de Águas Claras ficou muito complicado.

Imóveis de Taguatinga Centro e Sul (QSA 01 a 25; QSB 01 a 06; QSC 01 a 28; CSA 01 a 03; CSB 01 a 10; C 01 a 11), Colônia Agrícola Águas Claras, Super Quadra Brasília, Lúcio Costa e Expansão do Guará estão sem água por causa do problema.

A Caesb solicita aos moradores que, na medida do possível, façam uso racional da água para facilitar a recuperação plena e equilibrada do sistema.

Em Taguatinga, no Pistão Sul, uma ventosa de uma adutora está vazando. Neste caso, a água está caindo sobre os trilhos do metrô. Segundo boletim da empresa de transporte público, não há alteração nas viagens dos trens.

Veja o rompimento da adutora na Estrada Parque Vicente Pires (EPVP)