Suspeito de matar companheira com taco de beisebol é preso no DF

PM encontrou foragido escondido na casa do pai. O acusado tem passagens por vários crimes

atualizado 09/05/2021 19:36

Fachada da 6ª Delegacia de Polícia - ParanoáRafaela Felicciano/Metrópoles

O homem de 23 anos que matou a companheira com um taco de beisebol foi preso pela Polícia Militar do Distrito Federal na tarde deste domingo (9/5). Uma guarnição da PMDF o encontrou escondido na casa do pai.

O crime bárbaro ocorreu na Condomínio Del Lago, no Itapoã, e foi notificado à 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), que investiga o feminicídio.

A Polícia Civil do DF (PCDF) informou apenas o nome do suspeito: J.P.M.S, que tem passagens por crimes como roubo, furto, receptação e tentativa de homicídio. Este ano, ele havia sido detido por lesão corporal, injúria, ameaça e dano qualificado, mas foi solto em audiência de custódia mediante uso de tornozeleira eletrônica.

A mãe do autor chegou a mencionar, durante as diligências, que o filho era uma pessoa de personalidade violenta, tendo ela inclusive, orientado a vítima a se distanciar do agressor. A PCDF também não informou o nome da vítima.

Últimas notícias