CLDF derruba veto a adicional de insalubridade para servidores públicos

Serão contemplados, com 20% nos vencimentos, apenas os funcionários do Executivo local que atuam diretamente no combate à Covid-19

atualizado 23/09/2020 8:17

Movimentação em frente ao HranRafaela Felicciano/Metrópoles

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) derrubou, nesta terça-feira (22/9), o veto ao pagamento de adicional de insalubridade máxima aos servidores públicos que atuam diretamente no combate à pandemia do novo coronavírus.

A decisão foi tomada durante sessão extraordinária remota da Casa. O governador Ibaneis Rocha (MDB) havia imposto veto total ao projeto de lei da deputada Arlete Sampaio (PT), que altera o regime jurídico dos servidores públicos civis em função da crise sanitária.

Agora, os funcionários do Governo do DF irão receber 20% de adicional em seus vencimentos. A decisão pela derrubada do veto foi unânime, recebendo adesão dos 13 distritais que participaram da votação.

Últimas notícias