Sem mortes, Distrito Federal passa de mil casos de dengue em 2021

O DF registrou 1.044 notificações da doença no sexto boletim epidemiológico do ano. Planaltina é a cidade com o maior número de ocorrências

atualizado 03/03/2021 8:57

Mosquito da dengueFÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Distrito Federal registrou 1.044 casos prováveis de dengue no sexto boletim epidemiológico de 2021 da Subsecretaria de Vigilância à Saúde, órgão vinculado à Secretaria de Saúde (SES-DF). O número representa aumento de 21,5% quando comparado ao quinto levantamento (861 casos). Não houve nenhum óbito registrado no ano de 2021 em decorrência da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti — no mesmo período do ano passado, o DF havia registrado duas mortes.

A parte Norte do DF apresenta a maior média: 32,68 casos por 100 mil habitantes. Até o sexto levantamento, havia 12 casos de dengue com sinais de alarme.

0

Entre as cidades com a maior quantidade de casos prováveis da doença estão Planaltina, com 166 casos; Ceilândia (111); Sobradinho 2 (100); Sobradinho (90); e Samambaia (78). As cinco regiões apresentaram 545 ocorrências, ou seja, 52,2% do total do Distrito Federal.

Em 2021, até a sexto boletim epidemiológico, foram registrados nove casos prováveis de febre de chikungunya e dois de doença aguda causada pelo vírus zika em moradores do Distrito Federal.

Últimas notícias