Vídeos. Homem é preso por atear fogo em vizinha no DF

Após o ataque, segundo a Polícia Militar, o suspeito se trancou no próprio apartamento, nu e transtornado

DIVULGAÇÃO/PMDFDIVULGAÇÃO/PMDF

atualizado 02/10/2018 16:44

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) prendeu um homem nesta terça-feira (2/10) depois que ele ateou fogo em vizinha do prédio onde mora, na quadra 2, conjunto C2, de Sobradinho. Segundo a corporação, o suspeito foi identificado como Pedro Paulo. A PMDF não informou a idade dele.

Ainda de acordo com os policiais, o homem resistiu à prisão. O suspeito atacou, na portaria do prédio, Marina Teles Diniz, 33 anos. Os socorristas do Corpo de Bombeiros (CBMDF) informaram que ela sofreu queimaduras de segundo grau no rosto, tórax e nos dois braços. A vítima foi transportada ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran), consciente e orientada. Segundo pessoas próximas, ela terá de ficar internada por 12 dias na unidade de saúde.

Após a agressão, o homem, que seria usuários de drogas e teria surtado, se trancou em seu apartamento, no primeiro andar. Da varanda e sem roupas, ele ameaçava explodir o edifício. A cena foi capturada pela câmera de um dos policiais que atuaram na ocorrência.

A mulher foi atacada quando saía de casa para levar o filho na escola. “Ele só vive drogado”, disse uma pessoa que mora no prédio. O acusado seria conhecido também por sempre arrumar confusão no edifício.

A PMDF foi acionada e tentou negociar a rendição do homem. Porém, não conseguiu. Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), então, entraram no apartamento e prenderam o suspeito.

Ele estava transtornado, segundo a corporação, e ainda despido. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também atuou na ação. Por fim, os militares conduziram Pedro Paulo ao Hospital Regional de Sobradinho (HRS) e, posteriormente, à 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho).

Últimas notícias