PM mordido por cadeirante no DF fará reconstrução da orelha

Militar teve parte do membro arrancado por um suspeito de tráfico de drogas, no momento em que se preparava para algemá-lo

atualizado 06/04/2020 18:12

Ferimento provocado por mordida de suspeito de tráficoPMDF/Reprodução

Lotado no 15º Batalhão da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o militar que teve um pedaço da orelha arrancado por um cadeirante terá que passar por cirurgia para reconstruir parte da cartilagem.

O policial recebeu alta médica e se recupera em casa. O ataque aconteceu no início da tarde desta segunda-feira (06/04), na Quadra 5, Conjunto 13 do Guará.

Em entrevista ao Metrópoles, o militar pediu para não ser identificado e afirmou que o fato ocorreu no momento em que iria colocar as algemas no cadeirante, suspeito por tráfico de drogas.

“Dois comparsas me empurraram. Foi quando caí no chão e ele me abraçou pelo pescoço. Quando caiu no chão, me mordeu e puxou. Ao levantar, já estava só o sangue [sic], faltando um pedaço da orelha”, explicou.

Ainda de acordo com o policial, não é a primeira vez que o homem é preso por suspeita de tráfico. “Não é de hoje que ele faz esse tipo de show para tentar chamar a atenção da população. Ele desacatou toda guarnição, cuspiu nos policiais”, conta.

Após algemar o suspeito, o policial foi levado consciente ao Hospital de Base (HBDF), onde passou por procedimento de sutura. “Eu estou bem, tive que costurar a orelha. Não deu para reconstruir, mas terei que reconstruir a orelha”, finalizou.

O autor foi conduzido à 1ª Delegacia de Policia (Asa Sul) onde a ocorrência está sendo registrada.

 

Últimas notícias