PCDF prende novos integrantes de grupo que traficava drogas sintéticas

Um casal que faz parte da mesma associação criminosa já havia sido detido nessa quarta-feira (03/06). Prisões foram realizadas pela 35ª DP

SRD-35-dp-drogasDivulgação/PCDF

atualizado 04/06/2020 12:11

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho II), prendeu em flagrante mais quatro integrantes da associação criminosa que abastecia a capital da República com drogas sintéticas. A ação ocorreu nesta quinta-feira (04/06), em continuidade às investigações sobre o grupo.

Nessa quarta-feira (03/06), os policiais da unidade haviam detido um casal, da mesma organização, quando tentava comercializar droga em um posto de combustível da região administrativa.

Os quatro criminosos, de 26, 29, 34 e 35 anos de idade, foram presos no momento em que comercializavam uma grande quantidade de drogas sintéticas no terminal rodoviário de Sobradinho II.

Com a organização, foram apreendidos 21 selos de LSD; 525 comprimidos de ecstasy; 13g de cocaína; quatro aparelhos celulares; R$ 635, em espécie; além de um veículo Toyota/Etios, utilizado no transporte da droga. No comércio dessa substância entorpecente, a organização criminosa obteria um lucro de R$ 25 mil.

“Cada membro da organização criminosa possuía tarefas bem definidas. O primeiro, motorista de aplicativo, transportava a droga; o segundo fazia o contato com os usuários; o terceiro atuava como atravessador, pegando a droga com o quarto indivíduo. Esse último é morador de Santo Antônio do Descoberto (GO) e fornecedor de droga sintética para todo o Distrito Federal”, explicou o delegado-chefe da 35ª DP, Laércio de Carvalho.

0

Durante as investigações sobre a associação criminosa, nove integrantes do grupo foram presos. A PCDF ainda informou que mais de mil selos de LSD e quase mil comprimidos de ecstasy, além de outras drogas, foram apreendidos.

Últimas notícias