*
 

O corpo encontrado carbonizado dentro de um contênier na noite de domingo (4/3), na QE 11 do Guará I, é de Sandra Rodrigues, 36 anos. O suspeito de matá-la foi preso nessa segunda (5), menos de 24 horas após o crime. Ele negou o homicídio, mas os investigadores da 4ª Delegacia de Polícia (Guará) afirmam ter encontrado provas contra ele. O assassinato com requintes de crueldade teria sido motivado por ciúmes.

A mulher era conhecida pelos moradores da região por dar aulas de capoeira para crianças carentes nos anos de 1990. No entanto, o envolvimento com as drogas a teria afastado dos projetos sociais. Ela deixou dois filhos.

De acordo com o delegado-chefe da 4ª DP, Johnson Kennedy, a vítima e o suspeito têm passagens pela polícia. Ela por tráfico, furto e dois roubos. O homem, identificado como Márcio do Nascimento Batista, 36, possui histórico por Lei Maria da Penha (violência doméstica) e dois furtos.

Relembre o caso
O corpo queimado foi encontrado pelos bombeiros. O cadáver estava carbonizado dentro de um contêiner na QE 11, próximo da agência do Banco do Brasil e da Igreja Congregação Cristã. A corporação foi chamada para a ocorrência às 19h05 e conseguiu controlar as chamas no local. As equipes responsáveis pelo atendimento ficaram surpresas ao encontrar a vítima.