Uma operação da Subsecretaria de Ordem Pública e Social, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social retirou, na manhã deste sábado (12/9), famílias que ocupavam o Setor Bancário Norte. Acampados desde julho no local, os integrantes do Movimento de Resistência Popular (MRP) não ofereceram resistência.

A ação de desocupação ocorreu por volta das 6h. A ação mobilizou mais de 140 profissionais, entre policiais militares e servidores do governo. Segundo Secretaria de Relações Institucionais, não houve confusão.

Sem acordo
Em julho, o governo ofereceu uma área no Setor O de Ceilândia para que as famílias se instalassem até serem contempladas pelo programa de moradias populares do governo. Diante da recusa de oferta, os integrantes do MRP foram obrigados a deixar o local.

O MRP reivindica a prorrogação do auxílio moradia até que o governo conceda aos seus integrantes lotes em assentamentos populares. Em outras ações do grupo, houve confusões. No dia 9 de julho, eles obstruíram uma via do Eixinho Norte, próximo à sede da Secretaria de Fazenda, ateando fogo em pneus e usando galhos.