Mulheres são presas ao tentarem entrar com droga escondida em presídio

Apreensões ocorreram durante visita antecipada de feriado. Foram realizados 68 flagrantes similares em 2019

atualizado 25/06/2019 11:40

Foto ilustrativa

Três mulheres foram flagradas ao tentar entrar com drogas em unidades prisionais do Distrito Federal durante as visitas antecipadas pelo feriado de Corpus Christi.  As apreensões, ocorridas na Penitenciária do Distrito Federal I (PDF I), no Centro de Internamento e Reeducação (CIR) e no Centro de Detenção Provisória (CDP), ocorreram na semana passada.

Agentes penitenciárias que realizavam o procedimento de revista na entrada encontram os entorpecentes. Após serem interrogadas, as visitantes entregaram as substâncias voluntariamente. Ambos os registros de ocorrência e as prisões em flagrante ocorreram na 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião).

Flagrantes

De 1º de janeiro até segunda-feira (24/06/2019), foram realizados 68 flagrantes de visitantes que tentavam entrar em unidades prisionais do DF com algum tipo de substância entorpecente escondida. Conforme informou a Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal (Sesipe), vinculada à Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP/DF), ocorreram 201 casos do tipo ao longo de 2018.

As substâncias são encontradas, geralmente, nas cavidades naturais e estômago dos visitantes; ou no interior de sacolas levadas aos internos. Ainda segundo a Sesipe, alguns tentam embalar drogas dentro de frutas ou em chinelos de borracha. Outros também são flagrados tentando sair com dinheiro.

No caso de apreensão de substâncias entorpecentes, o infrator é conduzido ao Instituto Médico Legal (IML) e apresentado, posteriormente, à 30ª DP.

Últimas notícias