metropoles.com

Ex-marido é suspeito de matar mulher grávida com facão no DF

Vítima foi encontrada morta na residência do ex-companheiro, Josias dos Santos, em Santa Maria. Ele está foragido

atualizado

Compartilhar notícia

Facebook/Reprodução
Simone1
1 de 1 Simone1 - Foto: Facebook/Reprodução

Uma mulher morreu após ser esfaqueada no começo da manhã desta segunda-feira (3/9), em Santa Maria. O principal suspeito do crime é Josias Sacramento dos Santos, 40 anos, ex-marido da vítima, que está foragido.

O crime ocorreu por volta das 6h, na QR 517, Conjunto C, Casa 18. Simone de Sousa Lima, 26, foi encontrada morta na residência do ex-companheiro. De acordo com o delegado cartorário da 33ª DP (Santa Maria), Paulo Fortini, a família informou que a vítima estava grávida de dois meses. O casal tem um filho de 2 anos.

Simone teria sido chamada por Josias para ir até a residência dele na manhã desta segunda. No mesmo dia, segundo informou o delegado, os dois teriam audiência marcada na Justiça relacionada à denúncia de violência doméstica.

0

Por volta das 14h, o corpo de Simone ainda estava no local à espera da perícia do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil do DF. A princípio, conforme adiantou o delegado, a vítima teria levado dois golpes de facão. Um dos cortes, bem profundo, na perna esquerda.

Ainda de acordo com o policial, constam três ocorrências contra o acusado do crime, por ameaça, injúria e lesão corporal. “Era um relacionamento muito conturbado”, disse Paulo Fortini. Ele também tem passagens por porte ilegal de armas, em 2017, e receptação de veículo roubado, em 2016.

No ano passado, Simone registrou queixa de violência doméstica contra Josias. Na ocasião, o homem também havia agredido a cunhada. A ex-esposa tinha medida protetiva concedida pelo Juizado de Santa Maria. Com base em informações disponíveis no site do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), uma audiência de instrução estava marcada para as 15h15 do dia 26 de setembro.

Josias morava de aluguel. O proprietário do imóvel, que reside no mesmo lote, viu o momento em que homem saiu correndo e deixou a quitinete toda aberta. Ele achou estranho. Entrou na casa e viu o corpo de Simone caído no chão.

Antes, a testemunha contou à polícia ter ouvido um grito. “Ele teria sido informado pelo irmão da vítima que Simone teria ido à residência do ex e não respondia às mensagens dele. Quando foi checar, viu o corpo e acionou a polícia”, destacou o investigador.

O delegado-chefe da 33ª DP, Rodrigo Têlho, ressaltou que, momentos após o crime, Josias procurou o cunhado na residência dele e disse: “Fiz uma merda, matei minha esposa”.

O suspeito pediu ajuda para fugir, mas o cunhado negou e alegou que o carro estaria quebrado. Por volta das 10h30, o familiar do acusado acionou a polícia. Josias, segundo a PCDF, tinha uma banquinha de carteado.

21 feminicídios
Este é o 21º feminicídio registrado no Distrito Federal apenas neste ano. No dia 26 de agosto, uma mulher de 44 anos foi assassinada dentro de casa no Distrito Federal. O crime ocorreu na Quadra 1, Conjunto B, da Fazendinha, no Itapoã. Maria Regina Araújo levou 20 facadas. O autor do feminicídio, de acordo com a polícia, era marido da vítima, Eduardo Gonçalves, preso na sexta-feira (31).

O companheiro da mulher confessou, em depoimento à Polícia Civil, ter matado Maria Regina devido a uma suposta tentativa de agressão por parte dela. O assassinato ocorreu na frente da filha da vítima, de 8 anos. A criança foi encaminhada para os cuidados do serviço social.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar os primeiros socorros, mas a mulher já estava morta quando os militares chegaram. Maria Regina teria sido atingida nas costas e no pescoço. Conforme informações da polícia, a vítima havia registrado ocorrência contra o marido por violência doméstica. No entanto, a Justiça negou medida protetiva a ela.

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comDistrito Federal

Você quer ficar por dentro das notícias do Distrito Federal e receber notificações em tempo real?

Notificações