GDF afasta subsecretário do Sistema Penitenciário e diretor da Papuda

A medida foi tomada após a Polícia Civil do Distrito Federal encontrar pendrives e chocolates em celas do CDP no domingo (17/6)

Gabriel Jabur/Agência BrasíliaGabriel Jabur/Agência Brasília

atualizado 19/06/2018 6:35

A Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social anunciou o afastamento preventivo do diretor do Centro de Detenção Provisória (CDP) do Complexo Penitenciário da Papuda, José Mundim Júnior, e do subsecretário do Sistema Penitenciário, Osmar Mendonça de Souza. A medida foi tomada após a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) encontrar, no domingo (17/6), pendrives e chocolates em celas da unidade.

Os itens considerados proibidos foram achados na Cela 4 do Bloco 5, onde estão o empresário Luiz Estevão e o ex-ministro José Dirceu. Agentes também apreenderam anotações do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que ocupa outro cárcere.

A operação, batizada de Bastilha, foi realizada pela Coordenação de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado da Polícia Civil do DF, chefiada pelo delegado Fernando César Costa e pela Promotoria de Execução Penal do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT).

Segundo a Polícia Civil, as investigações tiveram início há quatro meses, quando chegaram ao conhecimento da Divisão de Repressão às Facções Criminosas informações sobre supostas ameaças realizadas por internos do sistema prisional do DF contra agentes públicos, entre eles, delegados de polícia e juízes.

Últimas notícias