Águas Claras: suspeito atirou quatro vezes em homem por ciúmes

Crime ocorreu na noite de quinta-feira (08/08/2019) e assustou moradores da região administrativa. Acusado foi achado em Alexânia

ReproduçãoReprodução

atualizado 09/08/2019 14:11

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu o suspeito de tentar matar a tiros André Macedo Santos, de 38 anos, na Quadra 203 de Águas Claras, na noite de quinta-feira (08/08/2019). O crime teria sido cometido por ciúme.

Oscar Rodrigo de Cunha, 52, foi localizado na manhã desta sexta-feira (09/08/2019) por agentes da 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul) em Alexânia (GO), cidade goiana localizada a cerca de 95 km da capital federal. Ele tem 18 passagens por ameaças.

De acordo com o delegado Hudson Araújo, da 21ª DP, André namora a cunhada de Oscar e voltava da pizzaria quando encontrou o autor dos disparos embaixo do prédio onde a mulher mora, na Quadra 203 de Águas Claras.

As imagens do circuito de segurança do edifício mostram o momento em que a vítima chega com a pizza nas mãos. Oscar aguarda André em uma moto, na porta do prédio. Eles conversam e se cumprimentam. Pouco depois, discutem. André empurra Oscar, que cai e, em seguida, levanta e pega a arma. André é atingido quatro vezes e está internado no Hospital de Base, com quadro de saúde estável, segundo a última informação recebida pela PCDF, na madrugada desta sexta.

Ainda de acordo com as investigações, Oscar era obcecado pela cunhada. Ele a perseguia há cerca de dois anos, mesmo estando casado com a irmã da mulher, identificada pelas iniciais E.B.V., 49. O acusado descobriu o namoro e identificou André pelas redes sociais.

“Oscar chegava ao ponto de fotografar o local de trabalho da cunhada e avisar que estava esperando por ela lá. E.B.V. tinha temor do criminoso”, afirma o delegado. Hudson Araújo disse ainda que a namorada de André chegou a fazer denúncias contra o marido da irmã. Oscar vai responder por tentativa de homicídio qualificado.

Divulgação/PCDF

De acordo com informações da PCDF, logo após tomar ciência do crime, a corporação iniciou as investigações. Foram realizadas buscas em diversos locais e possíveis endereços nos quais o suspeito pudesse estar escondido, inclusive com familiares. Oscar foi preso em flagrante.

Com ele, os policiais encontraram três armas: uma espingarda de pressão; uma outra de calibre . 12; e um revólver .38. Segundo a polícia, todas estão com o registro vencido.

O crime chamou a atenção de moradores de Águas Claras. André foi atingido por quatro disparos — na boca, nos dois braços e na perna esquerda. Em seguida, testemunhas acionaram o Corpo de Bombeiros, que encaminhou 10 militares para o atendimento.

André Macedo Santos estava consciente e orientado enquanto recebia os primeiros socorros. Ele foi colocado em uma viatura e levado para o Hospital de Base. O atirador fugiu após o crime.

 

Últimas notícias