Secretaria de Saúde confirma primeira morte por H1N1 no DF em 2019

Idosa de 83 teria contraído a doença em uma viagem ao Rio de Janeiro e morreu em um hospital particular no DF em abril

PhotoAlto/Michele Constantini, Getty ImagesPhotoAlto/Michele Constantini, Getty Images

atualizado 10/05/2019 23:27

A primeira morte por H1N1 no Distrito Federal em 2019 foi confirmada pela Secretaria de Saúde (SES) e consta no último boletim epidemiológico divulgado pela pasta. A paciente era uma idosa de 83 anos, contraiu a doença no Rio de Janeiro e faleceu em 24 de abril, em um hospital particular do DF.

Até o momento, a SES já confirmou 11 casos de H1N1 no DF. No mesmo período de 2018, eram 38 confirmações e uma morte. Em 2017, até a primeira semana de maio, não havia sido confirmada nenhuma ocorrência da doença.

Conforme orienta o informe da SES, a vacina é a intervenção mais importante para evitar casos graves e mortes por influenza.

Além da imunização, outras medidas devem ser adotadas para evitar a infecção e o contágio, como lavar frequentemente as mãos, cobrir a boca ao tossir, evitar compartilhar objetos de uso pessoal, manter ambientes ventilados e ingerir bastante líquido.

Últimas notícias