Brasil confirma segundo caso de coronavírus, também em São Paulo

Homem, de 32 anos, esteve na Itália recentemente. Ministério da Saúde investiga 207 casos suspeitos. Outros 79 casos foram descartados

atualizado 16/03/2020 11:02

O Ministério da Saúde informou neste sábado (29/02/2020) que foi notificado pela Secretaria de Saúde de São Paulo sobre o segundo caso de coronavírus no país. É o segundo registro da doença na capital paulista. Trata-se de um homem de 32 anos.

De acordo com a pasta, o paciente também esteve na Itália, a exemplo do primeiro registro, confirmado na última quarta-feira (26/02/2020), de um homem de 61 anos, morador de São Paulo.

O paciente chegou na quinta-feira (27/02/2020) de Milão, na Itália, e foi internado no Hospital Albert Einstein. Na sexta-feira, fez os exames para a doença, e a confirmação saiu neste sábado.

O homem está em casa, isolado, e apresenta boas condições. Ele tem contato apenas com a mulher, que também esteve na Itália com o marido, mas está assintomática.

Segundo o ministério, não há evidências de circulação do vírus em território nacional. A pasta está consolidando novas informações, a serem divulgadas ainda neste sábado.

Compra de insumos hospitalares
Na noite dessa sexta-feira (28/02/2020), o Ministério da Saúde divulgou uma lista de empresas que fornecerão insumos hospitalares, como álcool em gel, óculos de proteção e luvas, para reforçar o combate ao coronavírus.

Conforme o documento, 12 empresas serão contratadas, sem licitação, e dividirão R$ 7.247.400,00. A dispensa da concorrência, segundo a publicação, se dá com base em lei sancionada no início de fevereiro, que “dispõe sobre medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública” surgida em razão da proliferação do coronavírus.

Além disso, o governo abriu prazo para que empresas interessadas apresentem propostas para fornecer equipamentos hospitalares, como 20 milhões de máscaras cirúrgicas e 12 milhões de aventais hospitalares, dez monitores multiparamétricos, sete ventiladores pulmonares, dois desfibriladores, entre outros.

Últimas notícias