Procurador-geral do MPC-DF quer melhorar eficiência na arrecadação

Marcos Felipe Pinheiro Lima foi empossado, nesta quinta-feira (13/06/2019), como titular do Ministério Público de Contas do Distrito Federal

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 13/06/2019 19:27

O novo procurador-geral do Ministério Público de Contas do Distrito Federal (MPC-DF), Marcos Felipe Pinheiro Lima, tomou posse no plenário do Tribunal de Contas local (TCDF) nesta quinta-feira (13/06/2019). Em discurso, ele disse que o seu grande objetivo à frente do órgão será buscar maior eficiência no recebimento das multas e débitos determinados em julgamentos.

“De nada adianta este plenário se reunir diversas vezes sem que haja a devida arrecadação”, declarou. Presente no evento, o governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou esperar que, juntos, governo e MPC “avancem muito, reconhecendo os defeitos da máquina, com dificuldades grandes que precisam ser enfrentadas”. “O que mais importa, neste momento, é o compromisso com as contas desta cidade, que realmente precisam ser ajustadas”, assinalou.

Ibaneis ainda criticou a tecnologia utilizada nos órgãos públicos do DF. “Temos procedimentos dos mais arcaicos, impensáveis no momento de modernidade. As nossa secretarias trabalham com computadores antigos, folhas de pagamento em planilhas de Excel”, revelou.

O novo procurador-geral é natural de Imperatriz do Maranhão, mas mora no DF desde os 14 anos. No currículo, acumula formação em relações internacionais, direito, pós-graduação em segurança pública, direito processual penal e direito público. Ele é procurador do Ministério Público de Contas do Distrito Federal (MPC-DF) desde 2013.

Entre as experiências de trabalho de Lima estão os cargos de assessor da Presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e analista de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU).

Últimas notícias