*
 

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) oficializou as promessas de processar o deputado federal Laerte Bessa (PR) e o ex-senador Valmir Amaral, no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). Chegaram à Corte nesta quinta-feira (23/11) três ações do chefe do Executivo contra os dois. Rollemberg pede indenizações devido às ofensas proferidas contra ele. Ao todo, são R$ 251 mil. 

Em 17 de outubro, Laerte Bessa, xingou o governador durante sessão plenária e, depois, dentro do Palácio do Buriti, onde o parlamentar foi impedido de entrar em uma negociação salarial com os policiais civis. O deputado federal chamou Rollemberg de “maconheiro”, vagabundo”, “preguiçoso” e safado. O governador pediu indenização de R$ 150 mil por danos morais.

Há ainda uma queixa-crime contra o deputado federal também feita por Rollemberg. Na ação, apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF), o governador acusa o parlamentar de ter praticado crimes de injúria e difamação durante discurso no plenário da Câmara em 17 de outubro. Quem assina a ação é Gabriella Rollemberg, filha do socialista.

Valmir Amaral chegou a dizer que furaria o olho do governador, caso o encontrasse. O xingou ainda de “ladrão” e “fumador de maconha”. Rollemberg entrou com duas ações contra ele: uma por danos morais e outra por por injúria, calúnia e difamação, com o valor total de R$ 101 mil.

 

 

COMENTE

Rodrigo RollembergLaerte BessaValmir Amaralmaconheiro
comunicar erro à redação

Leia mais: Política