*
 

A saída de pelo menos 21 integrantes do alto escalão do Governo do Distrito Federal (GDF) será publicada no Diário Oficial do DF desta sexta-feira (6/4). Secretários, subsecretários, adjuntos, administradores regionais e assessores deixam os quadros do Executivo para concorrer a cargos eletivos em outubro deste ano.

Embora o prazo para a chamada desincompatibilização seja até o sábado (7) – seis meses antes do pleito eleitoral –, a publicação precisa sair nesta sexta, dia útil. O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) anuncia os nomes que deixam o GDF, oficialmente, às 11h desta sexta-feira.

A desincompatibilização, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é o afastamento necessário de ocupantes de algum cargo ou função pública para que possam concorrer aos mandatos de presidente da República, senador, governador, deputado federal ou deputado distrital, no caso de Brasília.

“A legislação, ao estipular esses prazos, tem como objetivo impedir que um candidato, ocupante de determinado cargo ou função pública, faça proveito dessa situação, gerando um desequilíbrio entre as campanhas eleitorais e, assim, comprometendo sobremaneira a lisura das eleições”, diz trecho de explicação do Tribunal sobre o tema.

Para esse fim, Rollemberg terá que substituir quadros importantes da atual gestão. Com candidatura firmada para o Senado, a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos, dará lugar a Renato Brown Ribeiro. Recentemente, ele saiu da Diretoria Financeira da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) e retornou à secretaria onde foi adjunto, já sabendo que iria ficar com o cargo.

Deixam também o GDF a secretária de Projetos Estratégicos, Maria de Lourdes Abadia, e o subsecretário de Políticas Estratégicas da Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh), Virgílio Neto. Os dois saíram do PSDB, nesta semana, para compor a nominata do PSB de Rodrigo Rollemberg nas eleições. Ainda não há nomes para as substituições.

O atual secretário das Cidades, Marcos Dantas, sai do governo para disputar uma cadeira de deputado federal. Desligam-se também o subsecretário de Mobiliário Urbano e Participação Social, Marlon Costa (PSB), para tentar conquistar uma cadeira na Câmara Legislativa do DF (CLDF), e Igor Tokarski (PSB), do Meio Ambiente.

A secretária de Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, e o secretário adjunto de Ciência e Tecnologia, Thiago Jarjour, decidiram entrar para o PSB nessa quarta-feira (4/4). Leila deixou o PRB e migrou para a legenda, mas ainda não bateu o martelo sobre qual cargo vai concorrer. Ela quer sair para distrital, mas há uma pressão dentro do partido e por parte do governador para que a ex-atleta dispute uma vaga para deputada federal ou no Senado.

Leila passará a bola para Jaime Recena, que desistiu de concorrer nas eleições de 2018. Jarjour estava sem partido desde que saiu do PDT, em outubro de 2017.

A Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF) também perderá um quadro fixo. O chefe da CGDF, Henrique Ziller, tenta novamente uma vaga na CLDF. No lugar dele, fica interinamente o diretor do Transporte Urbano do DF (DFTRans), Marcos Tadeu de Andrade.

O secretário da Criança, Aurélio Araújo (PV), ligado ao grupo político do deputado distrital Professor Israel Batista (PV), deixa o GDF, mas garante que não será candidato. “Minha saída do governo é por motivos pessoais. Não serei candidato”, justifica Aurélio.

Debandada na Educação
Embora o secretário de Educação, Júlio Gregório, mantenha-se no governo, a pasta perde três subsecretários: de Educação Básica, Daniel Crepaldi; de Administração Geral, Isaías Aparecido da Silva; e o de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação Educacional, Fábio Pereira de Souza.

Confira os nomes de quem se desincompatibiliza do governo nesta sexta-feira (6/4):

Secretários
Marcos Dantas: secretário das Cidades
Leila Barros: secretária de Esporte, Turismo e Lazer
Igor Tokarski: secretário do Meio Ambiente
Maria de Lourdes Abadia: secretária de Projetos Estratégicos
Aurélio Araújo: secretário de Política para Crianças, Adolescentes e Juventude
Leany Lemos: secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão

Secretários adjuntos e subsecretários
Thiago Jarjour: secretário adjunto de Ciência e Tecnologia
Marlon Costa: subsecretário de Mobiliário Urbano e Participação Social
Daniel Crepaldi: subsecretário de Educação Básica
Isaías Aparecido da Silva: subsecretário de Administração Geral
Fábio Pereira de Souza: subsecretário de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação Educacional
Rodrigo Dias: subsecretário de Direitos Humanos da Secretaria do Trabalho
Raíssa Rossiter: subsecretária de Política para Mulheres
Eduardo Rodrigues: subsecretário de Planejamento da Mobilidade

Controladoria-Geral do DF
Henrique Ziller: controlador-geral

Administradores regionais
Roosevelt Vilela: Park Way, Núcleo Bandeirante e Candangolândia
Alessandro Paiva: Lago Sul
Heitor Kanegae: Riacho Fundo I
Charles de Magalhães: Sobradinho e Fercal
Maria Antônia Magalhães: Gama

Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB)
André Brandão: diretor

 

 

COMENTE

TSEeleições 2018desincompatibilização
comunicar erro à redação

Leia mais: Política