Candidata ao Senado, Professora Amábile defende escola sem partido

Em entrevista ao Metrópoles, a postulante da coligação de Alberto Fraga também se posicionou contra o aborto e o porte de armas

atualizado 20/09/2018 14:58

Michael Melo/Metrópoles

A candidata ao Senado pelo PR-DF, Professora Amábile, foi entrevistada pelo Metrópoles na tarde desta quinta-feira (20/9). Ela falou sobre seus ideais e o que pretende defender no Congresso Nacional, caso eleita. Uma das propostas da docente é aprovar a “Escola Sem Partido”, também defendida por Izalci Lucas (PSDB), concorrente da mesma chapa.

O projeto tem como premissa a proibição a educadores de repassarem convicções políticas ou ideológicas aos estudantes, em sala de aula. “Os alunos precisam entender a discussão, os professores não têm o direito de colocar suas bases”, afirmou Amábile.

Em 2006, ela disputou as eleições para deputada distrital, mas não se elegeu. Agora, é postulante  pela coligação Coragem e Respeito pelo Povo, cujo candidato ao Governo do Distrito Federal é Alberto Fraga (DEM). Mesmo assim, afirmou ser contra uma das bandeiras do deputado federal licenciado, o porte de armas: “Uma população armada é perigosa. O que precisamos é dar segurança e Justiça para as pessoas em um governo que conversa com o Senado”, disse.

Assista a entrevista:

Amábile declarou ser contra o aborto e revelou uma história pessoal. “O médico disse que eu deveria abortar o meu filho. Não o fiz e ele está aí para provar que a vida vale a pena”, disse.

Carreira
Natural de São Paulo (SP), Amábile Aparecida Pacios de Andrade é graduada em matemática, mestre em física e doutora em gestão educacional. Ela presidiu o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Particular do Distrito Federal (Sinepe-DF) e a Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep).

Pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta quinta-feira (20/9) mostra que a candidata do PR tem 2% das intenções de votos. O levantamento é liderado por Leila do Vôlei, que abriu nove pontos de vantagem em relação à última sondagem de intenção de voto para o Senado e se isolou no primeiro lugar , com 31%. Cristovam Buarque (PPS) subiu de 21% para 23%; e Izalci Lucas (PSDB) caiu de 20% para 18%.

Sabatinas
Desde 13 de setembro, o Metrópoles promove uma série de entrevistas com candidatos da capital da República ao Senado. Com duração de 25 minutos, as sabatinas são realizadas na sede do portal, no Lago Sul, com transmissão ao vivo pelo site e Facebook.

Nesta quinta-feira (20), Marivaldo Pereira (PSol) e Paulo Roque (Novo) também enfrentarão as perguntas da equipe do portal. Amábile estava prevista para a última segunda-feira, mas precisou remarcar devido a um problema de saúde.

Já foram entrevistados Hélio Queiroz (PP), João Pedro Ferraz (PPL), Marcelo Neves (PT), Chico Sant’Anna (PSol), brigadeiro Átila Maia (PRTB), Chico Leite (Rede), Cristovam Buarque (PPS), Fernando Marques(Solidariedade), Robson (PSTU) e Izalci Lucas (PSDB).

 

Últimas notícias