*

Hélio José nomeia até melancia e exonera quem quer na SPU

O senador do DF foi flagrado se gabando de ter poderes irrestritos na Secretaria do Patrimônio da União. Hélio José contestou as reclamações de servidores contrários à indicação de um aliado dele para comandar o órgão

Kacio Pacheco/Metrópoles
Manoela Alcântara
 

O senador Hélio José (PMDB-DF) se gaba do poder que desfruta por ter mandato parlamentar. Em gravação divulgada nesta quinta-feira (4/8), o suplente do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) no Senado diz que tem o poder de nomear “até melancia” para cargos públicos. A conversa foi gravada em uma reunião na qual ele comentava a indicação de um aliado para a superintendência da Secretaria do Patrimônio da União (SPU).

Durante o encontro na SPU, realizado na última terça-feira (2), Hélio José falava da nomeação do apadrinhado Francisco Nilo Gonsalves Júnior para o cargo de superintendente, o que despertou a oposição de alguns servidores.

Os funcionários do local se declararam insatisfeitos com a nomeação de Nilo por alegarem que ele seria dono de uma imobiliária particular — função que seria incompatível com as atividades do órgão federal.

Hélio não gostou de saber do posicionamento e afirmou que o descontentamento seria uma “armação” de Valéria Veloso Caetano Soares, superintendente substituta da SPU. “Isso aqui é nosso. Isso aqui eu ponho quem eu quiser. A melancia que eu quiser colocar”, afirmou. Os áudios foram divulgados pela TV Globo.

Ouça os áudios:

O Metrópoles entrou em contato com o senador e ele voltou a afirmar a posição. “Francisco nunca teve imobiliária. Deixei claro que o Nilo é indicação minha e que sou o responsável. É um cargo em comissão, que é de livre provimento, de livre nomeação. Foi isso e nada mais. A melancia foi uma força de expressão”, disse o senador.

Reprodução/Diário Oficial da UniãoEle voltou a acusar Valéria de conspiração e disse que não vai trabalhar com adversários. Declarou que, se Valéria ainda não foi exonerada, perderá o cargo até esta sexta-feira (5), com publicação no Diário Oficial. A servidora não foi localizada para comentar o assunto

“Não tem como casar óleo com gasolina. Francisco é uma pessoa preparada, capacitada para ajudar a resolver os problemas fundiários do DF. Ninguém agrada todo mundo. Agora, fazer gravação clandestina e jogar contra é outra coisa”, criticou o senador.

Geraldo Magela/Agência Senado

 

A SPU administra o patrimônio imobiliário da União e é vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Não é a primeira vez que o órgão é usado para acomodar aliados de parlamentares do DF. O ex-deputado federal Geraldo Magela (PT-DF) também já nomeou pessoas próximas para a SPU.

Novo apelido
Conhecido no meio político pelo apelido de Gambiarra — devido a um “gato” que fez para puxar eletricidade e fornecer energia elétrica para uma festa na época em que era diretor da CEB —, Hélio José já está sendo chamado por outra alcunha. Nos corredores do poder distrital, começou a ser chamado de “Hélio Melancia”.