Diário Oficial traz exonerações do primeiro escalão de Rollemberg

Decreto começa a valer a partir desta terça-feira (1º/1) e não trata dos nomes anunciados pelo governador eleito do DF, Ibaneis Rocha

HUGO BARRETO/METRÓPOLESHUGO BARRETO/METRÓPOLES

atualizado 01/01/2019 8:20

A edição desta terça-feira (1º/1) do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) trouxe a exoneração de ocupantes do primeiro escalação do governo de Rodrigo Rollemberg (PSB). Os atos têm como objetivo apresentar a saída – “a pedido” – de cada um.

A dispensa do time do socialista sai no mesmo dia da posse do futuro titular do Palácio do Buriti, Ibaneis Rocha (MDB), do vice-governador, Paco Britto (Avante), e dos novos secretários, cujos nomes foram anunciados na transição.

O decreto inclui a exoneração do chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, da procuradora-geral do DF Paola Aires, e dos secretários Humberto Fonseca (Saúde), Fábio Damasceno (Mobilidade), Thiago de Andrade (Habitação), Júlio Gregório (Educação), Wilson José de Paula (Fazenda), Paulo Cezar Castanheiro (Comunicação), entre outros.

Veja:

DODF 001 01-01-2019 INTEGRA by on Scribd

Como o ato ainda é do governador que está de saída do cargo, a publicação ainda não trouxe as primeiras canetadas do novo gestor, o chamado “decretão”. A expectativa é de que ainda nesta terça (1º) uma edição extra do DODF traga os principais nomes do governo.

Ibaneis já indicou que terá, pelo menos, 26 secretários. Neste primeiro dia de gestão, portanto, esses nomes terão prioridade, assim como os de assessores diretos, subsecretários e outros cargos necessários para o andamento de serviços essenciais e estratégicos na virada de governo.

Os demais postos deverão ser preenchidos ao longo dos primeiros dias de 2019. A previsão é de que os 14.340 servidores sem vínculo contratados por Rodrigo Rollemberg sejam demitidos.

Últimas notícias