Conheça a biografia do candidato ao GDF Antônio Guillen

É a primeira vez que ele disputa o cargo de governador do Distrito Federal, embora já tenha sido aspirante a deputado distrital e federal

Foto:
 

O candidato ao Palácio do Buriti Antônio Ricardo Martins Guillen, 57 anos, concorre pelo PSTU em uma chapa pura. Presidente regional do partido, Guillen é mestre em história pela Universidade Federal de Goiás (FG), formado também em história e arquivologia pela Universidade de Brasília (UnB), especializado em Culturas Negras no Atlântico (UnB) e professor da rede pública do DF há 29 anos.

Divulgação

Pai de três filhos, Guillen nasceu no município paulista Santo Anastácio. Em 1980, ele passou no vestibular da UnB e veio morar em Brasília. Nessa mesma década, militou junto ao movimento estudantil da universidade da capital contra a ditadura e ajudou a criar o Partido dos Trabalhadores (PT) e a Central Única Dos Trabalhadores (CUT). Em 1992, rompeu com o PT e fundou o PSTU. Em 1989, envolveu-se com diversos movimentos sindicais. Em 2003, afastou-se também da CUT e criou, logo em seguida, a Central Sindical e Popular ConLutas (CSP ConLutas).

É a primeira vez que Antonio Guillen disputa o cargo de governador da capital, embora já tenha sido candidato a deputado distrital e federal. Além disso, em 2014, foi vice na chapa de Toninho (PSol). Em seu primeiro discurso como candidato, ele afirmou que apoia uma “revolução socialista” e convocou a militância a “fazer uma rebelião” contra pontos como o arrocho fiscal. Seu candidato a vice é Eduardo Zanata, também do PSTU. Para candidatura de 2018 ao GDF, Guillen declarou patrimônio de R$ 380 mil.

Michael Melo/Metrópoles

Compartilhe