Congresso terá ato “verdadeiramente cívico” em 8/9, diz Pacheco

Pacheco disse que irá apenas à sessão do Congresso Nacional comemoração ao bicentenário da Independência, marcada para o dia 8

atualizado 06/09/2022 21:08

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco fala em coletiva de imprensa. Ele está na frente de um banner do seu partido, PSD - Metrópoles Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta terça-feira (6/9) que não participará do desfile da Independência do Brasil, em Brasília, na manhã desta quarta-feira. Em conversa com jornalistas, o parlamentar disse que irá apenas à sessão do Congresso Nacional comemoração ao bicentenário da Independência, marcada para quinta-feira (8/9). Segundo ele, o evento do Legislativo será uma “solenidade verdadeiramente cívica”.

“Nós vamos participar aqui no Congresso Nacional da sessão solene, no dia 8. Nós receberemos o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o presidente do Supremo, Luiz Fux. Será uma celebração muito bonita do bicentenário da Independência no âmbito do Congresso Nacional. Uma solenidade verdadeiramente cívica”, ressaltou.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), também não irá ao desfile em Brasília. O deputado está em campanha eleitoral em Alagoas.

Pacheco já havia sinalizado a aliados que não participaria do desfile militar de 7 de Setembro por temer um tom eleitoreiro a ser usado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Além dos desfiles marcados para comemorar o Dia da Independência, Bolsonaro participará de atos a favor do governo nas cidades de Brasília e do Rio de Janeiro.

Na capital federal, a previsão é de que ele encontre apoiadores pela manhã, após o desfile cívico-militar e antes de embarcar para o Rio, onde participará de manifestação na praia de Copacabana à tarde.

Mais lidas
Últimas notícias